Os melhores de 2009 | Construção Mercado

Construção

Prêmio PINI 2009

Os melhores de 2009

Conheça os critérios, a metodologia e o perfil dos votantes da pesquisa que elegeu os fornecedores preferidos da indústria da construção

Por Mirian Blanco
Edição 101 - Dezembro/2009

A 15a edição do Prêmio PINI identificou os melhores fabricantes de materiais, sistemas e tecnologias de 2009, em 42 categorias. Os premiados foram eleitos pelos assinantes a pagamento das revistas Construção Mercado, AU - Arquitetura & Urbanismo, Téchne e Equipe de Obra, que, entre os dias 22 de abril e 1o de julho, por meio de uma senha recebida pelo correio, acessaram o site www.premiopini.com.br e responderam ao formulário online da premiação. O código de acesso evitou que um mesmo assinante votasse mais de uma vez. No total, 2.146 profissionais das quatro regiões brasileiras compuseram a votação, numa média de 966 votos por categoria.

A relevância da pesquisa, um importante ranking de preferência de marca realizado entre os profissionais da indústria da construção civil, é atribuída ao aspecto qualitativo dos votos, confirmado tanto pela objetividade das classificações que norteiam as escolhas, quanto pelo perfil dos votantes - em sua maioria ligada diretamente aos processos de especificação e compra de cada segmento pesquisado.

Análise fundamentada

A análise das empresas de materiais e serviços candidatas ao Prêmio PINI é orientada, nos questionários da premiação, por razões técnicas e comerciais, num modelo semelhante ao usado por construtoras em seus processos de qualificação de fornecedores. No caso de estrutura pré-fabricada de concreto, por exemplo, a racionalidade do sistema, os tipos de nós e apoios, o peso dos componentes e a regularidade geométrica das peças, entre outros fatores, guiaram a decisão técnica. Já no segmento de escada/esteira rolante (categoria estreante do Prêmio PINI), itens como melhor relação custo-benefício, atendimento comercial/assistência técnica e ações de comunicação com o mercado foram as balizas comerciais para a votação.

Perfil dos votantes

De acordo com o regulamento, pelo menos 15 das 42 categorias têm de ser selecionadas para a validade dos votos, permitindo que o respondente prefira apenas aquelas nas quais se considera apto a julgar. Com isso, obtêm-se resultados precisos e qualificados, eleitos por quem entende do assunto.

Tanto que a maioria dos votantes exerce papel relevante na escolha do produto: 27% dos respondentes especificam e fazem cotações de preços; 23,8% aplicam produtos e serviços nas obras; 16,7% especificam, exclusivamente; 15,4% fazem cotações e compram produtos e/ou serviços; e 10,5% influenciam as decisões de suprimentos.

Quase a metade dos respondentes (44,5%) é de engenheiros civis; 25,3% arquitetos; 16,3% estudantes; 4,4% técnicos e 2,4% construtores, sendo que a maioria (43,5%) trabalha em projetos e consultoria; e 37,7% em construção predial. E embora a maior parcela dos respondentes (41,8%) tenha atestado experiência superior a dez anos e 16,5% esteja em atividade há mais de cinco anos, a pesquisa contou com uma participação significativa (32,5%) de profissionais em início de carreira - com experiência de um a cinco anos.

Histórico

Criado em 1995, o Prêmio PINI surgiu de uma antiga solicitação dos leitores das revistas da Editora: o levantamento de um ranking dos melhores fornecedores da indústria da construção civil brasileira. Tem como característica, além de indicar a preferência de marcas do público profissional, identificar as razões técnicas e comerciais que motivam tal escolha em cada segmento do mercado analisado.

 

Universo da pesquisa
Segmentos avaliados:
42
Votantes: 2.146
Média de votos por participante: 19,3
Média de votos em cada categoria: 966

 

A opinião de quem participou

Confira a seguir como três votantes do Prêmio PINI utilizam os resultados da pesquisa

ACERVO PESSOAL
"O Prêmio PINI nos indica quais são os melhores parceiros em nossa região e nos ajuda a fortalecer as parcerias existentes e formar novas parcerias com fornecedores. A avaliação é importante para podermos cobrar uma postura de melhoria contínua dos fornecedores"

Silvio Eduardo Alves Carvalho, diretor técnico da MTD Engenharia

ACERVO PESSOAL
"Trabalhamos com boa parte das grandes empresas indicadas no Prêmio PINI. Nosso desafio é especificar, em parceria com os fornecedores, os melhores materiais e serviços, para que nossos técnicos e equipes de obras tenham produtos de qualidade e principalmente com desempenho comprovado antes de sua utilização ou aplicação"

Glêdson Lima, gerente técnico da Conasa Construtora e professor da Fundação Getúlio Vargas

ACERVO PESSOAL
"Utilizamos os resultados do Prêmio para avaliar como os materiais que estamos aplicando estão sendo avaliados num âmbito nacional. Alguns dos materiais relacionados e bem classificados às vezes não são encontrados em nossa região [interior de Santa Catarina]. Isso faz com que tentemos introduzi-los aqui. Nas vezes em que fizemos isso, constatamos que o que é apresentado na pesquisa é muito transparente e verídico; são de fato os melhores materiais no mercado hoje"

Elisandro Antonio Gasparrini, engenheiro civil da EG Projetos e Construções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos