A busca pelo melhor ERP | Construção Mercado

Artigo

Sistemas de ERP

A busca pelo melhor ERP

Dez passos para escolher sistemas de ERP para empresas de médio porte da construção

Edgar Marçon
Edição 118 - Junho/2011

DIVULGAÇÃO: ERP
Edgar Marçon
O mundo tecnológico não está mais restrito às grandes corporações com verbas tentadoras. Se alguém, há alguns anos, falasse na implementação de sistemas de ERP (Enterprise Resource Planning) em empresas do setor da construção civil, seria taxado de visionário ou louco. No entanto, o tempo mudou e a evolução tecnológica é um caminho sem volta.

Com o cenário do forte crescimento do setor e expansão do mercado nesses últimos tempos as empresas buscaram soluções para estruturar, profissionalizar e enfrentar a concorrência de um mercado cada vez mais competitivo, principalmente devido à necessidade de se voltar os olhares para a organização interna, pois o mercado pode não manter o crescimento dos últimos tempos. Em paralelo ao crescimento, esse mercado está seguindo o caminho da regularização, o que irá exigir melhores controles para manter as margens.

A construção civil é basicamente uma série de projetos. A organização e disponibilidade da informação faz bastante diferença na gestão e resultados, embora algumas empresas ainda insistam em ter controles e sistemas não estruturados, principalmente por conta dos custos; outras buscam constantemente o apoio de consultorias e empresas que foram criadas para ajudar essa área de negócios a se desenvolver.

Não é à toa que empresas de tecnologia passaram a evoluir soluções para as empresas de construção civil. Afinal, uma empresa bem gerida e preparada para enfrentar a concorrência pode passar rapidamente para outro patamar com melhores resultados e controles.

Como adquirir um ERP

No meio desse novo comportamento, o ERP passou a ocupar lugar de destaque nas corporações do setor. Isso porque se trata de um sistema amplo de soluções e informações que facilita o acompanhamento das informações e andamento das obras, fornecimentos, pessoal etc. entre todas as áreas da empresa, tornando-se essencial para a gestão de primeiro nível.

Assim, a busca por soluções eficientes tem crescido, embora sem o completo entendimento dessa sigla. Afinal, investir em ERP garante que a empresa irá disparar na liderança entre as outras companhias de construção civil? Por que demora tanto? Por que o custo é alto? Como compro uma solução adequada para meu negócio? Mas como decidir pelo melhor sistema de ERP e garantir uma implantação sem problemas no futuro?

Para adquirir essa ferramenta, é fundamental saber escolher o software mais indicado para o ramo. Para facilitar, confira dez dicas para auxiliar na seleção do melhor sistema ERP para empresas de construção civil de médio porte:

Defina previamente as necessidades, focos e prioridades da empresa, além de identificar o real objetivo de implantar o novo sistema;

Envolva os principais usuários que serão os responsáveis pela implantação desde o início do processo, participando inclusive da escolha do sistema;

Compare os sistemas em bases homogêneas, priorizando processos mais importantes para a empresa, não apenas os que atualmente requerem melhorias;

A definição deve ser feita por comitê com autonomia de decisão, tendo representação das diversas áreas da organização; se for necessário, inclua um gestor da área de compras para negociação;

Verifique a capacitação e experiência de implantação do parceiro, comprometimento que terá com o projeto e o nível de conhecimento dos consultores que participarão da implantação;

Mantenha a visão holística e plana, verificando o atendimento dos processos da empresa de forma integrada;

Antes da definição final, procure visitar clientes que usem o sistema e que tenham o mesmo porte de mercado para conhecer as experiências de implantação, dificuldades de configurações etc. Inclua também a referência prática da dimensão dos recursos de infraestrutura, assim será possível coletar sugestões e reduzir riscos na implantação;

Avalie a tecnologia aplicada no sistema verificando a atualização, se está dentro das tendências e se há pessoal capacitado disponível;

Avalie o sistema por pontuação em critérios previamente definidos e ponderados conforme a necessidade da empresa; a pontuação deve ser definida pelo comitê;

A avaliação dos valores financeiros deve incluir o valor de compra das licenças, custo de manutenção para no mínimo três anos, custo da implantação, de mão de obra extra ou pós-implantação, além de verificar como será a cobrança de viagens e estadias dos consultores.

A escolha do sistema impacta de forma direta a empresa, portanto, a maturidade e estabilidade do sistema devem ser fortemente consideradas. Tenha em mente que se trata de uma escolha para mais de uma década, é importante que a visão seja global, uma vez que é alto o risco de tomar uma decisão com pouca base ou com informações superficiais.

Não basta apenas contratar uma empresa especializada em ERP, principalmente quando falamos de corporações de construção civil, que muitas vezes não têm um departamento específico para encontrar as melhores soluções.

Por isso, hoje existem metodologias no mercado que estudam e verificam qual é o melhor sistema de ERP para ser implementado. O objetivo é facilitar a vida e otimizar custos dos empresários que buscam soluções para organizar processos e recursos internos.

ERP passa a ser uma tranquilidade para as empresas, que vão contar com profissionais da área de TI qualificados, responsáveis por realizar um estudo interno e identificar qual o sistema mais adequado para o cliente, a partir das necessidades, requisitos individuais e estratégia empresarial, reduzindo o risco e melhorando o nível de qualidade do projeto.

Justamente por conta dessa equipe especializada, todo o processo acontece de forma prática e em tempo reduzido, com resultados pautados pela eficiência. Mesmo porque boas ferramentas podem gerar insucesso se não forem escolhidas corretamente e contarem com uma boa gestão e implementação. Hoje, no mercado, saber escolher o melhor ERP para cada negócio pode significar um salto no desenvolvimento das empresas.

 

Edgar Marçon, especialista em implantação e melhoria de processos operacionais e diretor da PLK Consulting

Destaques da Loja Pini
Aplicativos