Condomínio com 110 sobrados | Construção Mercado

Custos e Suprimentos

Condomínio com 110 sobrados

Infraestrutura consumiu 15,57% do orçamento total da obra

Por Aline Mariane
Edição 143 - Junho/2013

Divulgação: Costallat Engenharia

Resumo da obra
Nome do empreendimento Residencial Villarino
Localização Bairro Parque dos Lagos, Ribeirão Preto (SP)
Construção e incorporação Costallat Engenharia
Fundações estacas escavadas
Estrutura alvenaria estrutural
Fechamento alvenaria
Projeto de arquitetura idealização: engenheiro José Batista Ferreira e arquiteta Rose Eliana Teixeira Borges
Apresentação do empreendimento condomínio fechado horizontal com 110 sobrados de 120 m²
Área do terreno 38.724,79 m²
Área total construída 14.498,24 m²
Início da obra março de 2011
Término da obra março de 2014
Investimento R$ 24.000.000,00

O Residencial Villarino é um condomínio de 110 sobrados de 120 m², localizado em Ribeirão Preto (SP), que está sendo construído pela Costallat Engenharia. O solo arenoso do terreno foi um dos itens que demandou cuidados especiais da construtora. Por conta disso, a empresa optou pela utilização de pavimentação de concreto, do tipo bloquete, em vez de asfalto. Mesmo mais cara, a empresa explica que a solução agrega o benefício de diminuir a velocidade dos carros dentro do residencial, reduzindo o risco de acidentes, e permite maior infiltração de água no solo. "Colocar bloquete nas ruas ficou cerca de 40% mais caro do que se colocássemos asfalto", conta José Batista, diretor da Costallat Engenharia. Outros itens que compõem a infraestrutura do condomínio são: rede de água, rede de esgoto e área de lazer com piscina adulto com raia e piscina infantil, playground, quadra poliesportiva, trilha para caminhada e praças. Toda a infraestrutura custou R$ 2.964.000,00, o equivalente a 15,57% do total do orçamento.

As fundações em estacas escavadas, em vez de serem totalmente enterradas, têm uma parte acima do solo. "Aquela viga baldrame que normalmente fica enterrada está sobre as estacas, mais para cima do solo. Começamos a parede em cima dela, ou seja, ela já é um pedaço da parede, cerca de 40 cm acima do solo", explica o diretor da empresa. A equipe de engenharia da Costallat optou por executar as fundações dessa maneira porque queriam realizar o apoio da estrutura acima do contrapiso. Foram utilizadas duas fôrmas metálicas para realizá-las, executando a fundação de 55 casas cada.

As coberturas do empreendimento, que custaram R$ 805.600,00, ou seja, 4,23% do total da obra, tiveram alto custo para a empresa devido ao material. "É uma cobertura com madeira e telhas italianas, aquelas telhas capa e canal de cerâmica. Por ser um telhado mais recortado, esse item ficou um pouco mais caro", conta Batista.

As obras serão concluídas em 36 meses. Construção e vendas foram efetuadas em duas etapas. A primeira corresponde a 62 unidades e, de acordo com o cronograma, seria entregue em março. Porém, por conta das chuvas na região, houve atraso e até o fechamento desta edição não havia sido entregue. Já na segunda etapa serão construídas 48 unidades, com previsão de entrega para março de 2014. O custo total da obra foi de R$ 19.036.100,00.


Data de referência do orçamento - janeiro de 2013

Projeto
O Residencial Villarino terá uma rua principal que ligará as demais alamedas, todas sem saída. O salão de festas está sendo construído ao lado da portaria e o estacionamento para convidados será externo. Essa medida visa a controlar a entrada e saída de convidados. Nenhuma casa faz divisa direta com o muro externo do residencial. "A gente não faz casas com muro perimetral, se alguém conseguir invadir o condomínio terá que sair correndo lá dentro", afirma Batista. Em relação aos sobrados, serão compostos por: lavabo, sala com opcional de sala reservada para home theater, cozinha, área de serviço coberta, três dormitórios com suíte, pavimento superior com sacada e área para escritório. O residencial terá três entradas: serviço, íntima e social, duas vagas de garagem e jardim na frente da casa. A área de lazer contará com itens como: salão de festas com varanda gourmet, salão de jogos, sala de reuniões, campos de bola de gude, quiosques com churrasqueira, além de duas piscinas e quadra poliesportiva.

A Costallat ofereceu também opções de personalização de fachada e de alguns itens de acabamento internos. O morador pode escolher as cores e os revestimentos da fachada, tipos de porcelanato ou piso cerâmico, caimento do telhado, sancas, puxadores de porta de entrada, garagem com cobertura ou não, entre outros. Além disso, todos os sobrados possuirão aquecedor solar já instalado e todos os dormitórios terão saída para ar-condicionado do tipo split. A obra também é certificada pelo Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) em nível A de qualidade.

Apoio de engenharia: Maria Fernanda Matos

 

Destaques da Loja Pini
Aplicativos