Gesso acartonado X alvenaria de bloco cerâmico | Construção Mercado

Custos e Suprimentos

Gesso acartonado X alvenaria de bloco cerâmico

Mesmo mais barato, drywall foi preterido na escolha por resistência dos corretores e receio de pouca aceitação dos clientes

Por Romário Ferreira
Edição 144 - Julho/2013
Divulgação: CMO Construtora

Resumo da obra

Portal das Flores Condomínio Clube

Localização - Rua 402 com Rua 408, Quadra A, Lote 8/16, Setor Negrão de Lima, Goiânia
Construtora - CMO Construtora
Engenheiros responsáveis - D'áwilla Batista Vieira de Souza, Daniel Teixeira, Marcelo Moreira e Moacyr Soares Moreira
Projeto de arquitetura - Eva El Zein Ortence e Rafael El Zein Ortence
Apresentação - Com conceito de condomínio clube, o empreendimento é composto por quatro torres de 17 pavimentos cada e quatro apartamentos por andar, totalizando 272 apartamentos de 58,21 m² cada. O residencial pertence à faixa 3 do programa Minha Casa, Minha Vida e possui piscinas adulto e infantil, decks seco e molhado, sauna, quadra esportiva e churrasqueiras
Área do terreno - 8.404,12 m²
Área construída - 29.132,74 m²
Início da obra - abr/2013
Término da obra - mai/2015

Para enxugar os custos de suas obras enquadradas no Minha Casa, Minha Vida (MCMV), a CMO Construtora vem desenvolvendo comparativos de custos entre diferentes sistemas, em busca de soluções mais econômicas. Para o empreendimento Portal das Flores Condomínio Clube, localizado em Goiânia, por exemplo, a construtora comparou dois sistemas de vedação interna: paredes de gesso acartonado e alvenaria de bloco cerâmico. Se optasse pela primeira opção, ou seja, pelo drywall, a economia seria de cerca de 10%, mas, por motivos culturais e comerciais, a decisão foi pelo sistema mais tradicional - e mais caro -, com tijolos cerâmicos.


Observações: opção A: de acordo com a empresa, a altura da parede de gesso acartonado é de 2,30 m nos locais com viga e de 2,68 m em áreas sem viga. Os materiais utilizados para o reforço de gesso acartonado são placas de OSB fixadas nos montantes metálicos. Opção B: segundo a empresa, a diferença no valor de material e mão de obra nas portas em relação à opção A ocorre em função do uso de portas de madeira com portais metálicos. Os custos dos portais metálicos são diferentes. Há três itens de mão de obra: pedreiro para assentamento do portal metálico, pintor para pintura do portão metálico e carpinteiro para colocação da porta. Na opção A, o kit porta pronta vem totalmente feito para ser apenas colocado no local, por isso o custo é menor. De acordo com a empresa, com o gesso acartonado, não foi possível utilizar o batente metálico desenvolvido pela empresa. O concreto das vergas é de 20 MPa, executado em obra e com dois ferros com 4,2 mm. A construtora não conseguiu utilizar o batente metálico no gesso acartonado, mas informa que já está desenvolvendo um modelo para isso, pois o batente metálico é mais barato e se enquadra nas moradias do programa Minha Casa, Minha Vida.

Segundo a gerente de planejamento da CMO, Mariana Cátima Queiroz e Silva, a empresa teve receio de os clientes não aceitarem muito bem a nova tecnologia. "Em Goiânia, o gesso acartonado ainda não é muito usual. Ficamos com medo porque esse empreendimento está situado numa região onde já temos vários residenciais entregues, todos com alvenaria na parte interna. Além de ser uma tecnologia nova, o público teria um parâmetro de comparação com esses condomínios vizinhos. Foi uma questão cultural mesmo", explica Mariana.

A gerente acredita que, inicialmente, o drywall não seria empecilho para as vendas, mas, depois da entrega dos imóveis, poderiam surgir reclamações, na opinião dela. Os próprios corretores da empresa de intermediação imobiliária contratada pela CMO também não estavam de acordo com as paredes de drywall. Consultados pela construtora, os corretores aconselharam a escolha pela alvenaria, por motivos comerciais.


PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>
Destaques da Loja Pini
Aplicativos