Veja os detalhes de execução do serviço de desmonte de rocha a frio | Construção Mercado

Construção

Técnica ilustrada

Veja os detalhes de execução do serviço de desmonte de rocha a frio

Por Romário Ferreira
Edição 148 - Novembro/2013

O desmonte de rocha a frio é uma opção quando não é possível utilizar explosivos, seja por questões de segurança ou devido à vizinhança, para fazer a demolição de rochas, geralmente encontradas nas escavações para a fundação. Um dos modos mais procurados para demolição e corte dessas rochas é por meio de argamassa expansiva. Uma vez inserida nos furos feitos na rocha, a argamassa fará com que a rocha se fragmente de modo progressivo, até que ela se quebre.

Hugo Sefrian Peinado, engenheiro civil e gerente de desenvolvimento de processos da Construtora Elohim, diz que costuma se basear nas recomendações de fornecedores para utilizar a argamassa expansiva, pois "não encontrou normas técnicas brasileiras e nem internacionais" sobre o material.

Segundo ele, o processo é recomendado para rochas, mas também pode ser usado na demolição de concreto. Mas faz um alerta: "se for concreto armado, principalmente se tiver estribos, diminui significativamente a ação da argamassa expansiva". A seguir, acompanhe o processo de desmonte de rocha a frio.

Ilustração: Daniel Beneventi

1. Furo na rocha
O serviço se inicia fazendo os furos na rocha. Geralmente, utiliza-se um martelete com perfurador, com brocas de 32 mm ou maiores. É importante se atentar para que a broca utilizada tenha comprimento suficiente para fazer o furo na profundidade desejada. A partir do diâmetro da broca, define-se a distância entre furos, conforme proposta do fornecedor do material. Por exemplo, para um diâmetro de 32 mm, o espaçamento entre furos pode ser de, no máximo, 20 cm.

2. Injeção de argamassa
Feitos os furos, é hora de injetar a argamassa, já preparada. Para isso, usa-se o próprio recipiente em que a argamassa foi preparada e, com auxílio de um funil, é só lançar o produto dentro da rocha. É preciso preencher todo o furo.

3. Ação do produto
Conforme destacado pelo fabricante, o produto leva, em geral, de 20 a 24 horas para reagir e fissurar a rocha. O ideal é aplicar num dia e só fazer o desmonte no dia seguinte, para garantir que o produto tenha o efeito desejado.

4. Desmonte de rocha
A rocha vai começar a se fragmentar. Geralmente, a peça se desmontará em vários pedaços grandes e, portanto, será necessário utilizar um martelo rompedor para demolir os pedaços de rocha até que sejam possíveis de serem carregados. Ou também pode ser utilizada uma escavadeira com martelo rompedor. Também podem ser usadas: miniescavadeira ou retroescavadeira. Caso apenas parte da rocha esteja sendo desmontada, é preciso ter cautela com a escavadeira para que ela não destrua a rocha que servirá, por exemplo, de apoio à fundação da edificação.

Apoio técnico: Hugo Sefrian Peinado, engenheiro civil e gerente de desenvolvimento de processos da Construtora Elohim.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos