Orientações para montagem e uso seguros de andaime fachadeiro | Construção Mercado

Construção

Técnica ilustrada

Orientações para montagem e uso seguros de andaime fachadeiro

Por Maryana Giribola
Edição 151 - Fevereiro/2014
 

O andaime fachadeiro é uma das opções de equipamento para a realização de serviços de alvenaria, acabamentos e manutenção em fachadas de edifícios e sobrados. Uma das principais vantagens do sistema é permitir que várias frentes de trabalho atuem simultaneamente, já que as plataformas podem atender a todo o perímetro da fachada.

Há basicamente dois tipos de andaimes fachadeiros no mercado: o modular, mais comum entre as obras, e o multidirecional, que conta com rosetas que permitem a montagem da estrutura metálica em fachadas irregulares, podendo ser utilizado em diversos ângulos.

A montagem dos andaimes, feita em módulos, deve atender aos requisitos de segurança da Norma Regulamentadora no 18 - Condições e Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (NR-18). Além disso, deve ser precedida de projeto e acompanhada de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Todos os trabalhadores precisam ser qualificados e ter recebido treinamento específico para o tipo de andaime em operação. Na hora da compra ou locação, é importante que se verifique o cumprimento da NBR 6.494, que regulamenta a fabricação dos componentes do equipamento.

Só é possível dar sequência à elevação da torre caso os módulos da primeira plataforma de trabalho estejam nivelados. Por isso, deve-se montar os quadros que servirão de base para que, então, o nível de todos os eixos do andaime seja medido. Os ajustes, nesse caso, são feitos por meio das hastes das sapatas ajustáveis. Veja as principais orientações para a montagem e uso seguros do equipamento.

 

ILUSTRAÇÃO: DANIEL BENEVENTI

Clique para ampliar a imagem

 

1- Verificação do terreno
As condições do terreno onde o andaime será assentado vão determinar qual tipo de sapata deverá ser encaixada nos postes dos quadros. Para que o nivelamento das plataformas de base seja garantido em terrenos irregulares, por exemplo, utilizam-se sapatas ajustáveis.

2- Apoio auxiliar
Quando o terreno não for firme suficiente para receber as cargas, pranchões de madeira deverão ser fixados às sapatas por meio de pregos. Com isso, a concentração de peso em cada poste da torre será diminuída.

3- Afastamento
Para garantir que o andaime mantenha em por exemplo, utilizam-se sapatas ajustáveis. toda sua extensão a distância necessária para realização dos trabalhos na fachada, é preciso ancorar colunas de amarração aos postes dos andaimes por meio de braçadeiras fixas ou articuláveis.

4- Fixação
A estrutura do andaime deve ser presa na fachada por meio de cabos de aço. Eles podem ser amarrados nos próprios pilares da estrutura ou em elementos próprios para fixação caso o edifício esteja em fase de construção. Os elementos que fixam o andaime na fachada devem ser feitos a cada 6 m, conforme previsto na NBR 6.494, tanto na vertical quanto na horizontal.

5- Tela de proteção
O equipamento precisa dispor de proteção com tela de arame galvanizado ou material de resistência e durabilidade equivalentes desde a primeira plataforma até pelo menos 2 m acima da última. Recomenda-se ainda que as telas sejam ancoradas nas estruturas do edifício, para que a incidência de ventos não comprometa a estabilidade do andaime.

Segurança no uso
6- Plataformas
Para evitar acidentes sobre as plataformas de trabalho, as especificações do fabricante com relação às cargas máximas permitidas devem ser rigorosamente seguidas. As cargas devem ser distribuídas sobre as plataformas uniformemente, evitando concentração de peso principalmente nos vãos dos andaimes, e não devem obstruir a circulação de pessoas.

7- EPIs
É imprescindível que qualquer trabalho realizado pelos operários sobre os andaimes seja feito com equipamentos de proteção individuais (EPIs). O cinto de segurança, por exemplo, deve estar bem fixado no trabalhador e ligado a um cabo de vida instalado na estrutura do edifício.

8- Acesso
De acordo com a NR-18, o acesso às plataformas de trabalho deve ser feito por meio de escadas incorporadas à estrutura do andaime.

Por Maryana Giribola
Fonte:
Alexandre Paldolfo, membro da Associação Brasileira das Empresas de Fôrmas e Escoramentos (Abrasfe).

 

Destaques da Loja Pini
Aplicativos