Supervisor indicado pela construtora acompanha o processo de verificação do inserto, checagens técnicas prévias e o posicionamento adequado de cada tipo de peça para a fixação da fachada | Construção Mercado

Construção

Como Fiscalizar

Supervisor indicado pela construtora acompanha o processo de verificação do inserto, checagens técnicas prévias e o posicionamento adequado de cada tipo de peça para a fixação da fachada

Por Kelly Carvalho
Edição 153 - Março/2014
Divulgação: Catédra Engenharia

Os insertos metálicos constituem o método mais comum de fixação de revestimentos externos de granito, principalmente em edifícios altos. A peça possibilita produtividade elevada, auxilia no isolamento térmico da edificação por conta do colchão de ar existente entre a placa e a parede, além de permitir maior segurança do revestimento em comparação ao assentamento com argamassa.

Um aspecto bastante ressaltado por especialistas é de que o inserto deve ser considerado como parte integrante do sistema das fachadas ventiladas, e como tal, sua aquisição tem de estar atrelada ao conjunto de materiais que compõem o revestimento. Os cuidados com relação à qualidade e capacidade de resistência dos insertos, estabelecidos pelo projetista da fachada, são essenciais para a segurança de todo o sistema.

Especificação
Os insertos metálicos são geralmente fabricados em aço inoxidável e devem ter alta capacidade de resistência a esforços e corrosão. As peças têm como finalidades principais a fixação das placas na estrutura da edificação e conexão umas com as outras, a sustentação do peso próprio do revestimento e resistência a esforços a que estarão submetidas, como ação dos ventos, pressão interna e outras cargas.

Em geral, os insertos são constituídos por uma parte que será ancorada no suporte, outra por um perfil que pode ter regulagem ajustável e uma terceira que se une às placas. "No Brasil, as ancoragens, na maioria dos casos, são realizadas em estruturas de concreto por meio de chumbadores expansivos", explica o engenheiro civil Sergio Trajano Franco Moreiras, professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Dependendo de sua posição, os insertos podem assumir a função de sustentadores, para manter o peso próprio das placas e outras eventuais ações verticais, ou retentores, com a finalidade de impedir o tombamento das placas devido a ações perpendiculares. As peças também podem ser mistas e realizar as duas funções.

Cotação de preços e fornecedores
As características dos insertos em geral são obervadas pela montadora contratada, que vai se certificar, por meio de laudos obtidos junto ao fornecedor, de que os materiais têm as propriedades especificadas em projeto, tais como resistência à corrosão e deformação.

É comum que o inserto, como parte de um sistema de fachadas, não seja comercializado de forma segmentada, mas como um elemento a mais do conjunto a ser instalado. A empresa responsável pela instalação normalmente é quem acompanha todo esse processo.

Logística e instalação
O engenheiro civil Abílio Ribeiro Fernandes, diretor da Catédra Engenharia, especializada na instalação de fachadas ventiladas, explica que para esse tipo de serviço, normalmente a construtora designa um supervisor para acompanhar todo o processo. Esse profissional deve acompanhar desde a chegada do material, que inclui a inspeção visual das placas, furações e se os insertos estão condizentes com cada placa, conforme a paginação do projeto. Quando há possibilidade de uso da parte interna do empreendimento, é comum que a quantidade de placas e insertos destinados a cada andar já sejam posicionados no local para a instalação. As placas são içadas e fixadas com o auxílio de andaimes e balancins.

Antes, porém, o supervisor da construtora deve conferir os critérios contemplados no projeto arquitetônico, como por exemplo, a cota de início e a sequência da instalação das peças da fachada, que normalmente é feita de baixo para cima. "Cuidados com garantia de nível, de prumo, da fixação propriamente dita, se existe a necessidade de uma instalação prévia de um complemento estrutural ou não são alguns dos itens que devem ser observados por esse profissional", explica o diretor da Catédra Engenharia. O projeto também deve especificar o tipo de inserto utilizado em cada situação da fachada, se sustentador, retentor ou de uso misto e o encarregado deve observar a posição a que se refere o inserto para a instalação da placa. O inserto primeiro é fixado na parede para o posterior posicionamento e colocação das placas.

CHECK LIST

- Quando os materiais chegarem ao canteiro, verifique a quantidade e especificações dos insertos destinados a cada placa
- Posicione os materiais próximo ao local de instalação
- Confira a cota de início e sequência da instalação, conforme orientação do projeto
- Verifique o nível e prumo
- Antes da fixação de cada peça, certifique-se de que os tipos de insertos especificados para a placa, se retentor, sustentador ou misto, estão posicionados corretamente

ENTREVISTA - ABÍLIO RIBEIRO FERNANDES

Cuidados com desempenho

Quais são as maiores preocupações com relação ao ensaio dos insertos e como garantir que aquele produto tem as propriedades adequadas?
Como o inserto é industrializado, e parte-se do princípio de que o material tem suas propriedades garantidas, ninguém vai fazer um ensaio para verificar, por exemplo, se o produto é de inox mesmo. A avaliação está mais relacionada ao desempenho, ou seja, se ele suporta aquela carga prevista. O inserto metálico costuma ter um coeficiente de segurança, e muitas empresas solicitam a montagem de um protótipo para conferir se o inserto está adequado ou não.

Quais os principais problemas no caso do uso de um inserto inadequado?
Pode haver um subdimensionamento do inserto, que causa uma série de comprometimentos, tais como sobrecarga e transferência de carga, e uma placa pode quebrar ou se soltar da fachada por isso. O inserto é parte integrante de um sistema que exige um planejamento e detalhamento específicos.

Acervo pessoal


'Pode haver um subdimensionamento do inserto, que causa uma série de comprometimentos, tais como sobrecarga e transferência de carga'

Abílio Ribeiro Fernandes engenheiro civil, diretor da Catédra Engenharia

Quais cuidados o construtor deve tomar antes de adquirir os insertos?
Primeiro, é importante que a construtora considere o serviço de instalação como um sistema do qual o inserto faz parte. É importante que as empresas percebam que não estão comprando banana na feira, deveria haver mais cuidado e rigor. Existem empresas que comercializam apenas os insertos, mas quais são as características que aquele inserto promove? E um sistema deve ter seus cuidados. Se uma construtora contrata uma instaladora e compra o inserto isoladamente, aquela empresa que ele contratou pode não estar preocupada se o inserto vai atender ou não à carga da placa. Se amanhã o inserto não suportar a carga ou apresentar uma patologia na fachada, eu, como instalador autônomo, vou falar que fiz o que a construtora pediu. Isso é muito comum e é um risco.

NORMAS TÉCNICAS

NBR 15.844:2010 - Rochas para Revestimento - Requisitos para Granitos
NBR 15.845:2010 - Rochas para Revestimento - Métodos de Ensaio
NBR 15.846:2010 - Rochas para Revestimento - Projeto, Execução e Inspeção de Revestimento de Fachadas de Edificações com Placas Fixadas por Insertos Metálicos

Destaques da Loja Pini
Aplicativos