Revestimento em Argamassa em fibra de vidro X Revestimento siding de madeira smart side X Revestimento Textura acrílica com placa cimentícia - Para construtora Sequência, segunda alternativa é mais vantajosa por onerar menos mão de obra | Construção Mercado

Construção

Custo Comparado

Revestimento em Argamassa em fibra de vidro X Revestimento siding de madeira smart side X Revestimento Textura acrílica com placa cimentícia - Para construtora Sequência, segunda alternativa é mais vantajosa por onerar menos mão de obra

Aline Mariane
Edição 155 - Junho/2014
 

No começo do ano passado, a construtora Sequência optou por orçar três alternativas para revestimento externo de parede de steel frame em moradias baixas, de até três pavimentos, em São Paulo. Este acabamento é escolhido pelo cliente, porém a construtora já tem definida a base de cálculo e os preços de cada alternativa. "Nós damos as opções e o cliente decide. Usamos todas as opções orçadas", explica Alexandre Mariutti, engenheiro da construtora.

As opções fornecidas pela construtora foram: revestimento em argamassa em fibra de vidro; revestimento siding de madeira smart side e revestimento textura acrílica com placa cimentícia. Além dos orçamentos do revestimento, a construtora apresentou também os orçamentos do frame das paredes, alvenaria de blocos, revestimento com massa (um lado externo) e revestimento com massa (um lado interno).

Para Alexandre Mariutti é importante ressaltar que nenhuma dessas opções se aplica a prédios altos. "Essas alternativas são feitas para construções baixas de, no máximo, três andares", afirma. De acordo com ele, a segunda opção orçada, de revestimento siding de madeira smart side, é a mais vantajosa. "Porque com esta alternativa nós utilizamos menos mão de obra. É uma obra mais fácil de executar, mais limpa, em que não se trabalha com massa", explica o engenheiro. Esse sistema smart side consiste numa placa parafusada na parede já pronta para ser pintada.

Neste comparativo, a maior preocupação da construtora foi orçar todos os itens de cada sistema. "Numa composição de preços todos os itens são importantes e o mais importante aqui foi ter conseguido colocar tudo no mesmo comparativo. Esse orçamento é feito por metro quadrado, e ao final, se tivermos uma obra de 1.000 m², talvez o custo de um prego já reflita em muita coisa. O importante é estar com todos os itens dentro da composição, não deixar faltar nada", alerta Mariutti.

Aline Mariane
Apoio de engenharia: Fernando Benigno/PINI Consultoria

 

Esta seção mostra estudos feitos pelas construtoras. As projeções só valem para o caso apresentado. O sistema apontado como mais competitivo pode mostrar-se inviável em obras com outras características e dimensões. O estudo apresentado não deve ser tomado como padrão estrito para decisões de orçamento e escolha de materiais ou sistemas. Construtoras poderão enviar estudos comparativos para publicação nesta seção. Fale com a Redação pelo telefone (11) 2173-2303 ou envie e-mail para construcao@pini.com.br.

 

Destaques da Loja Pini
Aplicativos