Uso de aditivos e adições para o concreto cresce junto com a demanda por estruturas mais resistentes, duráveis e com características especiais | Construção Mercado

Construção

Ficha técnica

Uso de aditivos e adições para o concreto cresce junto com a demanda por estruturas mais resistentes, duráveis e com características especiais

Por Juliana Nakamura
Edição 155 - Junho/2014
 

foto Marcos Lima
A utilização criteriosa de aditivos e adições em dosagens corretas permite alterar diversas propriedades do concreto

O maior emprego de aditivos e adições é responsável, em grande parte, pelos avanços promovidos na construção de estruturas de concreto nos últimos anos. A utilização de concretos de maiores resistências, possibilitando elementos estruturais de menores dimensões, foi um dos ganhos decorrentes do desenvolvimento tecnológico. Ganhos de durabilidade também puderam ser obtidos por meio da utilização criteriosa de aditivos em dosagens especiais.

"A tecnologia do concreto vem sendo revolucionada nos últimos anos com o refinamento da química dos cimentos, com o desenvolvimento das adições (metacaulim, sílica ativa) e, principalmente, com o desenvolvimento dos aditivos superfluidificantes", revela o engenheiro Ércio Thomaz, pesquisador do Centro Tecnológico do Ambiente Construído do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Ele conta que, dessa maneira, pôde-se chegar aos concretos com 100 MPa de fck, com grande resistência aos agentes agressivos e proteção superior às armaduras.

No Brasil, aditivos e adições estão previstos na NBR 11.172 - Aglomerantes de Origem Mineral - Terminologia, e em normas específicas. A NBR 11.172 define o termo aditivo como o "produto químico adicionado em pequenos teores às caldas, argamassas e concretos com a finalidade de alterar suas características no estado fresco e/ou no endurecido". Já o termo adição é usado para designar "produto de origem mineral adicionado aos cimentos, argamassas e concretos, com a finalidade de alterar suas características".

De acordo com o engenheiro Thomas Garcia Carmona, diretor da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece), o uso de aditivos e adições só não é mais amplo por uma razão de custo. "O desconhecimento e a falta de qualificação do meio técnico em todas as esferas fazem com que não sejam feitas análises financeiras sérias que considerem os benefícios em médio prazo", comenta o engenheiro. Ele cita como exemplo os aditivos especiais inibidores de corrosão, que nem sempre são empregados em obras marítimas nas quais seriam de extrema valia.

Confira a seguir os principais tipos de aditivos e adições que podem ser utilizados para melhorar as propriedades do concreto ou mesmo para substituir parcialmente o cimento na mistura.

Conheça os produtos

Marcelo Scandaroli
Aditivos superplastificantes diminuem a quantidade de água necessária para aumentar a fluidez do concreto

Aditivos
Produtos químicos adicionados à mistura de concreto, os aditivos são utilizados quando se quer melhorar determinadas propriedades do concreto. São incorporados sempre em pequenas quantidades, normalmente proporcionais à massa de cimento utilizada. A normatização reconhece sete tipos de aditivos, tendo por base as alterações que conferem ao concreto: aditivos plastificantes, aditivos superplastificantes tipo I, aditivos superplastificantes tipo II, aditivos incorporadores de ar, aditivos aceleradores de pega, aditivos aceleradores de resistência e aditivos retardadores de pega.
Recomendações: O uso de aditivos requer um controle tecnológico rigoroso. Afinal, pequenos erros na dosagem podem provocar grandes alterações no material. É importante a realização de ensaios para determinar o ponto de saturação, que é a quantidade limite de aditivo acima da qual não há melhoras na pasta de cimento. Os aditivos devem ser usados sempre de acordo com as orientações do fabricante quanto à forma e momento de adição na mistura, teores utilizados e tempo de mistura do concreto. No ato do recebimento do aditivo, deve-se exigir, além da nota fiscal, certificado de análise do lote em questão e ficha técnica do produto.

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>
Destaques da Loja Pini
Aplicativos