Devido à baixa demanda, sistema de impermeabilização com mantas de PVC carece, no Brasil, de disseminação tecnológica | Construção Mercado

Construção

Como fiscalizar

Devido à baixa demanda, sistema de impermeabilização com mantas de PVC carece, no Brasil, de disseminação tecnológica

Por Kelly Carvalho
Edição 156 - Julho/2014
Marcelo Scandaroli

As mantas geomembranas de PVC (Cloreto de Polivinila) ainda são pouco usadas no Brasil em comparação a países da Europa, América do Norte, Oceania e Ásia. As aplicações mais comuns são em lajes expostas, tanques de resíduos industriais, lagoas para piscicultura, reservatórios de água potável ou reúso, piscina, pisos de subsolo e túneis. "As mantas de PVC poderiam ser utilizadas na maior parte das impermeabilizações que conhecemos em que se utilizam mantas asfálticas, por exemplo," afirma o engenheiro civil André Fornasaro, fundador das empresas Contrim e ILDBrasil - Consultoria e Serviços.

Em geral, as mantas são constituídas por uma tela trançada de poliéster e duas lâminas de PVC com espessuras variáveis. Embora o produto seja considerado de fácil instalação, as especificações devem ser baseadas em um bom projeto, que define, entre outros aspectos, a espessura e a resistência das mantas de PVC necessárias para cada uso.

É por meio das informações de projeto, aliás, que será possível, entre outros aspectos, controlar a qualidade da mão de obra de aplicação. Assim como qualquer projeto de impermeabilização, o de mantas de PVC deve conter estudo preliminar, anteprojeto e projeto executivo, que resumidamente descrevem procedimentos e especificações para impermeabilização, dimensionamento do sistema, interface da impermeabilização com os demais projetos da obra e detalhamento das demais etapas envolvidas. "Também fazem parte o memorial descritivo, mencionando as normas adotadas, a planilha de quantitativos e um caderno de procedimentos, descrevendo detalhadamente os métodos de aplicação para o sistema, além de orientações quanto ao controle da qualidade", afirma Fornasaro.

Contratação
A fiscalização da aplicação da manta pode ser realizada pelo fabricante, mas o contratante pode optar por incluir esse serviço no escopo do projetista, englobando desde a avaliação de concorrência para contratação do executor até o acompanhamento da obra. "De forma geral, indico a avaliação de empresas que já tenham executado obras similares", afirma a engenheira Thais Mangano da Silva Miranda, diretora da Cetimper. Segundo ela, o credenciamento dos fornecedores pelos fabricantes, ou nas instituições de representatividade do setor de impermeabilização, também servem como referência para a contratação de aplicador.

Thais afirma que o fiscal deve sempre estar acompanhado do responsável pela obra ou pela empresa aplicadora. "Quando o procedimento não está adequado, ele relata o que está errado e como tem de ser feito o procedimento correto", afirma. Ela recomenda, ainda, a documentação das etapas do serviço por meio de fotografias para emissão de relatórios de execução.

Aplicação
As etapas de aplicação envolvem o preparo da superfície, a impermeabilização em si e sua respectiva proteção. Falha em qualquer detalhe do processo certamente acarretará infiltrações. Por isso, o serviço de fiscalização deve ser realizado periodicamente, a começar pela avaliação da qualidade do material empregado. "Os materiais devem atender à norma integralmente, além das espessuras determinadas em projeto", afirma a engenheira Virginia Pezzolo, diretora da consultoria de impermeabilização Proassp.

Também faz parte do serviço de fiscalização a verificação da limpeza e preparo da superfície, pois falhas nessa etapa podem significar, por exemplo, a perfuração da manta. Por isso, a engenheira da Cetimper recomenda cuidados não só no transporte e mobilização do material na área de aplicação como também o isolamento do local a ser impermeabilizado. "Ninguém pode transitar nessa área, inclusive durante o preparo para impermeabilização, para que o serviço não seja danificado por outras empresas que estejam trabalhando na obra", comenta.

Mas, sem dúvida, os pontos de mais atenção estão nas emendas, que devem ser realizadas com equipamentos apropriados de termofusão, garantindo uniformidade e qualidade à solda. "É necessário verificar a selagem do material nas emendas entre as mantas e outras interferências como o perímetro, tubulações hidráulicas e detalhes específicos conforme necessidade de cada projeto" complementa o arquiteto Sergio Cardoso Pousa, projetista de impermeabilização e diretor da Proiso Projetos.

Além da execução, o agente fiscalizador também participa da verificação dos testes de estanqueidade e, por fim, acompanha em muitos casos o serviço de proteção mecânica para evitar possíveis danos à impermeabilização.

CHECKLIST

- A especificação da manta deve levar em conta a estrutura a ser impermeabilizada
- A manta deve possuir as características especificadas em projeto
- Verifique se o aplicador é credenciado pelo fabricante da manta ou em instituições representativas do setor
- A empresa aplicadora deve possuir equipamentos adequados para realização do serviço
- Isole totalmente o local para preparo da área a ser impermeabilizada
- Certifique-se de que a superfície teve preparo e limpeza adequados
- Confira o selamento em todas as emendas e arremates
- Faça o teste de estanqueidade
- Confira se o serviço de proteção mecânica não danificou a impermeabilização

ENTREVISTA - ANDRÉ FORNASARO

Detalhes fundamentais

Quais aspectos devem ser avaliados para a aquisição das mantas e contratação de um bom aplicador?
Dada à necessidade de alta especialização dos aplicadores de mantas de PVC, seu histórico de obras executadas deve ser considerado para a contratação. Em relação aos materiais, as fábricas das mantas de PVC são todas empresas de porte multinacional, facilitando esta etapa, pois a tecnologia de fabricação envolve pesados investimentos em máquinas e instalações.

Que tipos de checagem devem ser feitos quando o material chega à obra?
As normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) definem os parâmetros que os materiais devem obedecer, tamanhos dos lotes de material, que devem ter amostras retiradas para testes e, se houver normas internacionais preconizadas pela empresa projetista, quais critérios considerar para testes ou execução.

Quais problemas comprometem o desempenho?
Os maiores problemas são a falta de especialização e de treinamento adequado dos aplicadores; o uso inadequado das ferramentas e acessórios para as mantas de PVC, itens absolutamente necessários para garantir o bom resultado final deste tipo de impermeabilização, não sendo possível improvisar; e a falta de preparo da área a ser impermeabilizada. Sem estes cuidados, o serviço estará fadado ao fracasso.

Por que essa tecnologia ainda é incipiente no Brasil?
Só é possível executar serviços por empresas de alta especialização e com as ferramentas e acessórios próprios para o sistema. As empresas que fabricam as mantas de PVC também fabricam os acessórios necessários e as ferramentas são fabricadas por outras empresas especializadas, itens importantes dentro do investimento que as aplicadoras devem fazer.

Marcelo Scandaroli


'Dada à necessidade de alta especialização dos aplicadores de mantas de PVC, seu histórico de obras executadas deve ser considerado para a contratação'

André Fornasaro, engenheiro civil, fundador das empresas Contrim Ltda. e ILDBrasil - Consultoria e Serviços

NORMAS TÉCNICAS

NBR 9.575 - Impermeabilização - Seleção e Projeto
NBR 9.574 - Execução de Impermeabilização
NBR-9.690 - Impermeabilização - Mantas de Cloreto de Polivinila (PVC)

Destaques da Loja Pini
Aplicativos