Telhas termoisolantes | Construção Mercado

Debates Técnicos

Telhas termoisolantes

Composições diversas de cobertura podem ser usadas para incrementar conforto térmico das edificações

Por Gisele C. Cichinelli
Edição 157 - Agosto/2014

Mesa-redonda

Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
Caroline Salvador Kuerten
vendedora técnica da Dânica

Willian Bonatto
gerente de vendas da Dânica


Edson Miranda
conselheiro técnico de coberturas da Abcem e gerente geral da Perfilor
     
Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli Foto: Marcelo Scandaroli
Fabiana de Cássia Miguel Dias
consultora técnica comercial da Brasilit



Mauro Cruz
gerente da divisão de construção civil da Trisoft



Marcelo de Mello Aquilino
físico e pesquisador do Laboratório de Conforto Ambiental e Sustentabilidade do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT)

Tradicionalmente no Brasil, o uso das telhas termoisolantes sempre foi bastante forte no segmento de galpões industriais. Esse cenário se mantém ou há perspectivas para expansão em outros segmentos?
EDSON MIRANDA - O uso do produto é bastante difundido em galpões industriais de todo o gênero, desde armazéns a indústrias de alta tecnologia, mas também nos segmentos de edificações comerciais, como shoppings e grandes centros de compra, e de obras de infraestrutura, como aeroportos e terminais de passageiros, escolas e hospitais. Também há um pequeno perfil de consumidores que compram para uso residencial.

O setor tem interesse em aumentar a participação nesse nicho de mercado?
WILLIAN BONATTO - O segmento residencial está crescendo mais do que o industrial. É um dos carros-chefes do nosso crescimento. Comparado à Alemanha, ainda estamos engatinhando nesse nicho. Mas comparado a cinco anos atrás, estamos avançando bastante.

Quais são as barreiras para avançar nesse segmento?
MAURO CRUZ - Há muita resistência às chamadas soluções racionalizadas nesse nicho de mercado. Mas cada vez mais as estruturas das residências estão ficando mais leves e as coberturas devem acompanhar esse tipo de construção. Acredito que é uma questão de tempo para que esses sistemas sejam absorvidos no mercado residencial.

O sistema apresenta um custo viável para uso no segmento residencial?
BONATTO - Depende do ponto de vista. Se compararmos uma telha térmica com uma telha de barro, obviamente a primeira ainda é bem mais cara. As classes C e D, grande filão do mercado, ainda não conseguem ter acesso a essa solução.
MIRANDA - Esses sistemas se tornam mais competitivos quando usados em um grande projeto residencial, como um condomínio, por exemplo. Com volume, é possível alavancar o uso de soluções industrializadas mais facilmente, até porque os interessados envolvidos querem o retorno rápido do seu investimento.
CRUZ - Em escala, teremos como oferecer melhores condições de custo. Em Belo Monte, construímos seis mil casas. Em redes de construção, já se vendem os componentes para drywall, por exemplo. No setor de bricolagem há um cenário novo, que pode impulsionar o uso desses sistemas entre os consumidores finais.

O produto promete isolação térmica, mas e quanto ao isolamento acústico? Possui desempenho satisfatório para isolar ou absorver barulho externo ou interno
MARCELO DE MELLO AQUILINO - A Norma de Desempenho de Edificações (NBR 15.575) exige isolação acústica das edificações e para isso é preciso usar materiais densos, mais pesados ou multicamadas. Uma telha termoisolante básica, com duas telhas mais o material isolante no meio, é um elemento leve. Em geral, as telhas isolam de 18 a 22 decibéis, índice insatisfatório para uma envoltória. Hoje só com o uso de telhas termoisolantes não é possível atingir desempenho acústico satisfatório.

Elas são capazes de atenuar o ruído de impacto de chuva?
AQUILINO - Sim. Qualquer manta colocada nessas telhas cumpre bem essa função, o que é ótimo para escolas, por exemplo. Mas o sistema não atenua ruídos aéreos, pois tem baixa isolação sonora devido a sua baixa massa. Em acústica, cabe ressaltar, não se fala só do produto, mas também de um bom projeto e boa mão de obra envolvida na sua montagem.
FABIANA DE CÁSSIA MIGUEL DIAS - Às vezes, coloca-se toda expectativa nas telhas, mas é preciso que haja um bom projeto envolvido e mão de obra capacitada, garantindo o desempenho do produto.

Qual é a avaliação do desempenho térmico dos produtos ofertados no mercado brasileiro?
AQUILINO - Termicamente, essas telhas possuem desempenho satisfatório, sobretudo aquelas com camadas isolantes com espessuras que variam de 2,5 cm a 5 cm. Em qualquer lugar onde se aplica isolante em uma cobertura, há um ganho térmico do projeto, mas o mesmo não vale para as paredes.
MIRANDA - As telhas térmicas proporcionam inúmeras possibilidades de isolamentos. Pode-se falar de telha com poliuretano com 30 mm de espessura - uma solução padrão do mercado para aplicações industriais - bastante eficiente, mas pode-se chegar a telhas sanduíches com quase 200 mm de espessura, formada por diversas camadas de materiais, incluindo espaços de ar.

É possível apontar qual seria o melhor isolante térmico ou a melhor combinação de componentes para incrementar a telha?
AQUILINO - Se falarmos em poliuretano (PUR), poliestireno e poli-isocianurato (PIR), o nível de condutividade térmica não é muito diferente entre eles. São todos isolantes e com resistências térmicas parecidas, mas o que diferencia as telhas são as combinações dos componentes. Em termos térmicos, em determinado momento não importa acrescer mais espessura, pois os isolantes se estabilizam.

É possível incrementar as telhas do ponto de vista acústico ou é preciso pensar em outros sistemas trabalhando em conjunto com a cobertura?
AQUILINO - Depende do tipo de edificação. Para um galpão industrial, por exemplo, a NR 15 permite que um trabalhador se exponha a 85 decibéis. Nesse caso, o ruído interno é alto e a cobertura não será um item significante para atenuá-lo. Nas coberturas de fábricas, as telhas não têm função de isolamento acústico. Nas residências sim, pois o nível de ruído deve ser de apenas 45 decibéis.


<< Anterior | 1 | 2 | 3 | Próxima >>

Destaques da Loja Pini
Aplicativos