Tubulações PEX: para assegurar eficiência, contratante deve se certificar do conhecimento técnico da equipe instaladora e do cumprimento das recomendações de projeto | Construção Mercado

Construção

Como Fiscalizar

Tubulações PEX: para assegurar eficiência, contratante deve se certificar do conhecimento técnico da equipe instaladora e do cumprimento das recomendações de projeto

Por Kelly Carvalho
Edição 161 - Dezembro/2014

MARCELO SCANDAROLI
Tubos e conexões devem ser inteiramente inspecionados antes e depois da instalação

O tubo de polietileno reticulado (PEX) é um produto de alta durabilidade, resistência química e maleabilidade, o que lhe confere a capacidade de fazer curvas sem a necessidade de conexões. Esse tipo de tubulação ainda tem condições de suportar temperaturas de até 95°C, sendo apropriado para aplicações em sistemas de água fria e quente.

O PEX é compatível com diversos sistemas construtivos, sendo aplicado principalmente em construções de larga escala, tais como hotéis, hospitais e edifícios comerciais e residenciais. A escolha dessa solução depende de uma série de fatores, como o prazo para execução dos serviços, o porte da obra e o custo.

"Em geral, obras de grande porte com prazos de execução apertados viabilizam o uso deste sistema. Já para obras de pequeno porte ou que apresentem grandes prazos de execução com restrições de gastos, o PEX não é a solução mais indicada", afirma a engenheira Soraya Trindade, gerente de projetos da MHA Engenharia.

A instalação do PEX deve seguir as orientações do projeto, que contém, entre outras informações, a definição dos pontos de consumo e alimentação, caminhamento das tubulações, passagens por elementos estruturais (vigas e lajes) e de vedações (montantes de drywall e alvenarias). "O projeto deve prever, ainda, o acesso a todas as conexões do sistema, especificações de temperatura e pressões atuantes", diz o engenheiro Tadeu Colonese, gerente de engenharia da Porte Engenharia e Urbanismo.

O acompanhamento da execução é primordial nesse processo e o responsável pelo serviço deve cuidar para que o projeto seja seguido à risca, de modo a evitar ajustes em obras. Para Soraya, o profissional responsável pela fiscalização e checagem da instalação deve ter experiência, com treinamento junto ao fornecedor do material e equipamentos do sistema, de modo que ele seja capaz de indicar e corrigir eventuais desvios na execução das instalações. "É necessário que o responsável técnico pelos serviços garanta não só o cumprimento do projeto como também a execução rigorosa dos serviços, acompanhando cada etapa e garantindo o respeito às determinações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)", pontua.

Mesmo que a fiscalização fique a cargo do próprio encarregado de hidráulica da empresa instaladora, Colonese ressalta que é necessário o total acompanhamento e validação por parte da contratante.

O cuidado no processo começa na entrega dos materiais. O engenheiro da Porte sugere que seja estabelecido um local de armazenamento e estocagem para tubulações, conexões e kits, separando- os por ambientes ou pavimentos a serem executados. Os tubos e conexões, desde a chegada à obra até o momento da utilização, devem ser mantidos em sua embalagem original, armazenados em local coberto, limpo e sem exposição aos raios solares.

Instalação
O ideal é que o serviço de execução seja realizado por instaladoras com experiência em obras de porte similar. "É sempre recomendável a checagem de informações sobre a empresa junto a outras construtoras e ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), além da realização de visitas em obras concluídas previamente por ela", afirma Soraya.

Segundo ela, o despreparo da equipe de instalação, desconhecimento das características do material e soluções improvisadas na obra para "economizar" tubulação e materiais podem comprometer a eficiência do trabalho.

Um dos principais cuidados durante a instalação, segundo Colonese, diz respeito à fixação da distribuição aérea com espaço máximo, de modo a evitar o arqueamento da tubulação.

Também merece atenção a atividade de crimpagem das conexões, que deve ser feita com o uso de ferramentas e equipamentos adequados. O engenheiro ainda recomenda a verificação correta da fixação das juntas e adaptadores.

O posicionamento dos kits e locação dos pontos de consumo deve atender às especificações do projeto.

Por fim, é necessária a realização do teste de estanqueidade por profissional habilitado. Em caso de vazamento, a fornecedora deve trocar o trecho danificado.

CHECKLIST

- Siga as orientações do projeto
- Certifique-se de que shafts ou armários para instalação do distribuidor (manifold) são inspecionáveis
- Verifique se a instaladora tem experiência na instalação de PEX em obras de porte similar
- Não armazene as bobinas diretamente no solo, sobre terrenos ásperos, com superfícies cortantes ou que possam causar danos às paredes da tubulação
- Inspecione todo sistema antes e depois da instalação
- Corte ou substitua todas as áreas danificadas de tubo ou conexão
- Armazene as bobinas em local protegido de danos mecânicos e intempéries
- Considere como será feita uma possível manutenção no sistema
- Utilize ferramentas e equipamentos adequados para a crimpagem das conexões
- Verifique a fixação das juntas e adaptadores
-
Realize o teste de estanqueidade

NORMAS TÉCNICAS

NBR 15.939:2011 - Sistemas de Tubulações Plásticas para Instalações Prediais de Água Quente e Fria - Polietileno Reticulado (PEX)
NBR 5.626:1998 - Instalação Predial de Água Fria

BENEFÍCIOS COM A APLICAÇÃO DO PEX

- Facilidade de instalação, permitindo manuseio rápido e instalações do tipo ponto a ponto
- Fácil manutenção e redução de entulho pela possibilidade de reparo sem quebra de paredes
- Diminuição do desperdício durante instalação
- Facilidade no transporte e na estocagem das bobinas
- Baixa condutividade térmica, reduzindo a perda de calor
- Compatibilidade com diversos métodos construtivos (drywall, alvenaria convencional e estrutural)


Fonte: Engenheira Soraya Trindade, gerente de projetos da MHA Engenharia
Destaques da Loja Pini
Aplicativos