Recuperação na oferta de fundos imobiliários é prevista só para 2016 | Construção Mercado

Construção

Mercado financeiro

Recuperação na oferta de fundos imobiliários é prevista só para 2016

Por Bruno Loturco
Edição 165 - Abril/2015

Foto: PressMaster/Shutterstock

A deterioração da economia brasileira, o freio no mercado imobiliário e a evasão de investidores deixarão o ano morno para os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs), de acordo com estimativas de analistas e consultores desse mercado. Sem perspectivas de guinada no curto prazo no ambiente macroeconômico nem no setorial, a expectativa é que, se houver uma retomada dos negócios dos FIIs, ela só terá condições de ocorrer de modo significativo a partir de meados de 2016.

O desaquecimento do setor já é sentido há dois anos. Os fundos registrados na BM&FBovespa e na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) movimentaram R$ 14 bilhões em 2012. Já em 2013, esse volume baixou para R$ 10,7 bilhões, e em 2014, o montante foi para R$ 4,7 bilhões. A retração também foi sentida na quantidade de pessoas físicas que investem nesse mercado, que caiu de 115 mil em dezembro de 2012 para 93 mil em janeiro de 2015.

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Construção Mercado

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos