Revestimento interno com argamassa chapada a mão x projetada | Construção Mercado

Construção

Custo Comparado

Revestimento interno com argamassa chapada a mão x projetada

Por Evelyn Oliveira
Edição 166 - Abril/2015
FOTO: MARCELO SCANDAROLI FOTO: MARCELO SCANDAROLI FOTO: MARCELO SCANDAROLI

A construtora MBigucci optou pelo uso da argamassa projetada em vez da argamassa chapada à mão no revestimento interno de um edifício residencial na cidade de São Paulo. A escolha permitiu uma economia de 19,40% nos gastos com material de construção e mão de obra, além de melhorar a qualidade do serviço, de acordo com a construtora, que realizou estudo comparando as duas opções.

O empreendimento que recebeu a argamassa projetada é o Piemonte MBigucci, localizado no bairro da Saúde, na zona Sul da capital paulista. O projeto é composto por uma única torre de alvenaria estrutural, com 90 unidades de dois e três dormitórios e 13 pavimentos (veja mais detalhes na tabela de resumo da obra).

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Construção Mercado

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos