Ciclo de investimentos em Pernambuco aquece demanda por condomínios logísticos | Construção Mercado

Negócios

Raio X - Nordeste

Ciclo de investimentos em Pernambuco aquece demanda por condomínios logísticos

Região se beneficia de aportes públicos em infraestrutura e desenvolvimento de polos empresariais

Por Rodrigo Petry
Edição 168 - Julho/2015

 

Parque logístico da Cone, próximo ao Porto de Suape, atingiu área construída de 700 mil m² em quatro anos

Apesar da retração da atividade econômica no País, o mercado imobiliário da região metropolitana do Recife se beneficia com o recente ciclo de investimentos no Estado, que desencadeou a demanda por galpões logísticos, puxando também as unidades residenciais. A localização geográfica estratégica de Pernambuco favoreceu a instalação de grandes polos industriais e centros de distribuição de bens de consumo no Estado, que se transformou em uma espécie de 'hub' de abastecimento das demais praças nordestinas.

'Nos últimos dez anos houve uma intensa inclusão social no Brasil, e as empresas observaram este movimento, sobretudo no Nordeste', diz Pedro Candreva, diretor da consultoria imobiliária Jones Lang LaSalle (JLL). No caso de Recife, há uma vantagem adicional, pois ele está em um raio rodoviário equidistante entre Salvador e Fortaleza, as duas maiores cidades em termos de população e consumo da região. 'As empresas aproveitam ainda uma série de programas de incentivos fiscais reais, coerentes e sem burocracia, para consolidarem seus investimentos', completa Candreva.

<

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Construção Mercado

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos