Recém-criado, Índice de Velocidade de Vendas vai evidenciar produtos com melhor aceitação no DF, diz presidente da Ademi local | Construção Mercado

Entrevista

Entrevista - Paulo Muniz

Recém-criado, Índice de Velocidade de Vendas vai evidenciar produtos com melhor aceitação no DF, diz presidente da Ademi local

Por Ligia Cruz
Edição 169 - Julho/2015
GUILHERME KARDEL





'Mesmo com as notícias negativas das mudanças nas regras de financiamento da Caixa Econômica Federal, tivemos um índice de 4,4% em abril e maio, o que é muito próximo de 5%, resultado que consideramos realista e positivo'




Diante de um cenário em que as incorporadoras locais buscam se reerguer após uma forte desaceleração no mercado de lançamentos, a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF) lançou, no fim de junho, o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) para mostrar um retrato mais preciso sobre o desempenho de comercializações na região. O indicador tem como foco unidades residenciais e comerciais novas em fase de lançamento ou em estoque, destacando resultados por área administrativa e tipo de imóvel. 'É muito importante ter uma ferramenta como essa para gerir nossos negócios e recuperar mercado que há pouco tempo era o segundo do País,' conta o presidente da Ademi-DF, Paulo Muniz, em entrevista à revista Construção Mercado.

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Construção Mercado

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos