Mobilidade urbana é o maior legado da Olimpíada para o Rio de Janeiro | Construção Mercado

Artigo

Olimpíada

Mobilidade urbana é o maior legado da Olimpíada para o Rio de Janeiro

Veja análise de João Paulo Rio Tintode Matos, presidente daAdemi-RJ, sobre as obras executadas para os jogos

Por João Paulo Rio Tinto de Matos
Edição 181 - Agosto/2016

Os preparativos para os Jogos Olímpicos sacudiram o Rio de Janeiro. Depois de décadas sem obras relevantes de infraestrutura e mobilidade urbana, a cidade passou por um turbilhão de novidades. Às vésperas do maior evento esportivo do mundo, grande parte das intervenções foi concluída. Para além das competições, o real legado reside no desenvolvimento que tais mudanças produzirão para impulsionar a capital fluminense. Não podemos perder tamanha oportunidade. Aproximando- se dos 12 milhões de habitantes, o município figura na lista de maiores áreas urbanas do mundo e precisa fazer jus às expectativas que o cercam.

ACERVO PESSOAL



Os corredores de BRTs, a Linha 4 do Metrô, equipamentos olímpicos, prédios de arquitetura arrojada, novos projetos paisagísticos e polos econômicos compõem parte do legado dos Jogos para os cariocas



Da zona Oeste à zona Portuária, as transformações são visíveis e positivas, mesmo sabendo que ainda há muito a ser feito. Os corredores de BRTs, a Linha 4 do Metrô, equipamentos olímpicos, prédios de arquitetura arrojada, novos projetos paisagísticos e polos econômicos compõem parte do legado dos Jogos para os cariocas. São obras de grande impacto na vida da cidade, com objetivos igualmente grandiosos: deslanchar um conceito moderno e dinâmico de metrópole, no qual a população se movimente sem transtornos, integrada às diferentes regiões e ao uso democrático de áreas públicas. A ideia é construir uma cidade com diferentes centralidades, polos de crescimento econômico e populacional diversificados. É certo que ainda vamos levar algum tempo para alcançar um novo patamar, mas os primeiros passos foram dados.

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Construção Mercado

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos