Conheça o resultado da 22ª edição do Prêmio PINI e as novidades do ranking para 2017 | Construção Mercado

Construção

Reconhecimento

Conheça o resultado da 22ª edição do Prêmio PINI e as novidades do ranking para 2017

Pesquisa com assinantes das revistas Construção Mercado, Arquitetura e Urbanismo e Téchne e da plataforma Equipe de Obra aponta os fabricantes preferidos em 43 categorias

Por Lidice-Bá
Edição 185 - Novembro/2016
 

Em céu de brigadeiro ou em momentos de turbulência política e econômica, o Prêmio Pini já é tradição. Ao homenagear as empresas que estão sempre em busca de novos caminhos e soluções para a indústria da construção civil, o ranking mostra de forma cristalina a importância desse mercado para a saúde econômica do país. "Todos os anos a PINI consulta seus leitores para conhecer os melhores fornecedores da cadeia da construção", afirma Paulo Kiss, diretor de conteúdo da PINI. "Os assinantes elegem as empresas que se destacaram em mais de 30 segmentos, com base em critérios técnicos e comerciais."

Reprodução

Em sua 22ª edição, a pesquisa está apontando as marcas preferidas em 43 categorias de segmentos que vão de argamassa industrializada à louça sanitária, de cimento ao vidro para janelas, de disjuntor ao piso vinílico (veja a lista completa das empresas campeãs a partir da página 29). Realizada por voto direto dos cerca de 40 mil assinantes das revistas Construção Mercado, Téchne e Arquitetura e Urbanismo, e da plataforma Equipe de Obra, a eleição dos melhores fornecedores se consagra como uma referência vital ao mercado.

"A importância do Prêmio PINI está na notoriedade dada aos melhores fornecedores para um público que, em grande parte, são seus clientes. Isso incentiva um processo de melhoria contínua das empresas, na busca pela melhor qualidade dos insumos, por atendimentos cada vez mais eficazes e métodos executivos cada vez mais seguros e eficientes", opina Henrique Tamm Cruzeiro, engenheiro de planejamento da Paulitec (MG).

Desafio Segundo Marcelo Milech, diretor de negócios da empresa carioca SH Fôrmas, Andaimes e Escoramentos, manter-se no topo é sempre mais desafiador do que chegar lá. Difícil, mas não impossível. Neste ano, a SH Fôrmas foi a empresa mais votada, mantendo-se em primeiro lugar em três categorias: Andaime Fachadeiro, Escoramento Metálico e Fôrma Metálica (Aço). "Pela tradição e o amplo painel de empresas e profissionais que respondem os questionários, encaramos a pesquisa com a maior seriedade", afirma Marcelo. "E, quando somos contemplados como um dos 'Melhores da Construção', sentimos que nosso esforço está sendo percebido pelo mercado e que vale a pena."

Neste ano, a pesquisa contou com 710 respondentes. Em sua maioria, são engenheiros civis (55,07% do total), arquitetos (16,06%) e estudantes (15,21%). A participação mais expressiva foi da região Sudeste, que obteve 52,96% do total de votos, seguida das regiões Sul, com 18,31%, e do Nordeste, com 15,63%. Considerando o gênero, a maioria dos respondentes é masculina: 79,30%. Veja a seguir a opinião dos participantes e o que vem por aí em 2017.

Fornecedores e obras de destaque: um novo prêmio em 2017

Para conhecer os melhores fornecedores da cadeia da construção, todos os anos a PINI consulta seus leitores. Os assinantes elegem as empresas que se destacaram em mais de 30 segmentos, com base em critérios técnicos e comerciais. A partir de 2017, o Prêmio PINI muda sua metodologia e categorias de pesquisa. Além de identificar os fornecedores mais inovadores, a PINI também elegerá as obras de destaque concluídas no ano de inscrição. A escolha será feita por júris, e não mais pelos leitores.

O novo Prêmio PINI contará com as seguintes categorias: Melhores Obras, Fornecedores de Destaque, Melhores Lançamentos e Soluções Inovadoras. Os regulamentos e os prazos de participação serão divulgados em março de 2017. Poderão concorrer empresas que tenham customizado ou fornecido uma solução para uma demanda específica de obra (Fornecedores de Destaque) ou que tenham lançado produtos inovadores para melhoria da produtividade e redução de custos de obras (Soluções Inovadoras).

As construtoras concorrerão em quatro categorias de obras: infraestrutura, edificações residenciais, edificações comerciais e edifícios institucionais ou especiais. O novo Prêmio PINI terá um site para acesso à área de upload e inscrições. Além das informações cadastrais, a empresa deverá fornecer dados sobre aspectos de desempenho do produto, características e ano de lançamento. Terá também que fazer a defesa técnica do produto e justificar sua relevância para o mercado, tudo em espaços pré-estabelecidos para cada categoria do prêmio. "Vamos qualificar ainda mais as informações para que os especificadores e projetistas conheçam novas alternativas técnicas para suas obras", observa Paulo Kiss, diretor de conteúdo da PINI. A área de inscrição e upload permitirá o envio de fôlderes e imagens para apreciação dos júris, que serão formados por construtores, consultores, representantes de associações e sindicatos setoriais, acadêmicos e profissionais de referência em seus segmentos. O vencedores serão anunciados em uma cerimônia no final do ano.

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | Próxima >>
Destaques da Loja Pini
Aplicativos