Esquadrias especiais | Construção Mercado

Debates Técnicos

Fechamento

Esquadrias especiais

Feito sob medida para atender ao projeto de cada cliente, sistema proporciona alto desempenho, além de estética. Mesmo assim, podem ocorrer falhas que provocam infiltrações

Por Lidice-Bá e Marília Muylaert
Edição 187 - Fevereiro/2017
 

DIVULGAÇÃO
Falhas na instalação são as principais responsáveis por patologias e problemas de estanqueidade. A esquadria em destaque, da Schuco, tem sistema pantográfico de abertura. Destaque para os rodízios sobre o trilho

Enquanto as esquadrias vendidas nos home centers são fabricadas em tamanho padrão, as especiais são aquelas produzidas sob medida, de acordo com o projeto de cada obra. Mais do que preencher um vão livre, elas devem atender a necessidades estruturais, estéticas, acústicas e térmicas. Porém, mesmo quando o cliente decide por um produto de excelência e personalizado como esse, é possível ocorrer infiltrações - e, com elas, surgem os vazamentos. Muitas das patologias verificadas nos caixilhos após a instalação estão relacionadas, segundo os fabricantes, aos processos de instalação. Para levantar as causas e as soluções desse problema que vem ocorrendo com uma certa frequência, inclusive em edifícios de grandes dimensões e alto grau de complexidade de projeto e execução, realizamos um debate técnico que contou com a participação de Luis Claudio Viesti, da Afeal (Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio) e de cinco representantes de empresas da área. Da fabricação à instalação, veja as questões mais importantes a serem consideradas para garantir a melhor condição de escoamento e drenagem - e obter, assim, a vedação total da entrada de água.

Mesa-redonda
Quais as características dos produtos e das técnicas que evitam vazamentos?
EMERSON RODRIGUES
A esquadria tem de ser estudada não apenas para um ambiente específico. Ela deve contemplar também aspectos relacionados às características geográficas e climáticas da gleba onde será implantado o edifício. Cada região tem um comportamento diferente. Na questão do vazamento, é importante saber o que se requer dessa esquadria: a que altura será instalada em relação ao solo? Qual exposição terá (ao sol, ao vento, à chuva)? Dependendo desse grau de exposição, deve ser adaptado o sistema de dreno e sua respectiva distribuição ao longo do perfil da esquadria. Usamos um sistema gravitacional: a água percorre um circuito em cima de um trilho, cai numa antecâmara e sai para fora da janela, evitando que sofra uma certa inércia, se retroalimente e caia para dentro do ambiente. O que torna eficiente uma esquadria é o dimensionamento de volumetria de líquido. Há linhas de produtos no mercado que têm vazão de cerca de 8 litros por minuto, suficientemente boa.
VITOR REIS Por isso, a importância dos ensaios. Na Schuco, os produtos são testados em um laboratório na Alemanha. Muitas vezes um produto é dimensionado, calculado e, quando chega ao ensaio, não tem o desempenho esperado e exigido pelas normas. Então, são feitos ajustes e todo o sistema de escoamento é repensado até cumprir os objetivo do projeto atendendo às questões técnicas necessárias.

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Construção Mercado

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos