CUB do estado de São Paulo sobe 0,03% em fevereiro, mostra SindusCon-SP | Construção Mercado

Construção

Notícias

CUB do estado de São Paulo sobe 0,03% em fevereiro, mostra SindusCon-SP

No período de 12 meses a alta é de 5,17%. Custo por metro quadrado ficou em R$ 1.296,39

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
3/Março/2017
Pixabay

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) informou nesta sexta-feira (3) que o Custo Unitário Básico (CUB) do Estado de São Paulo teve uma alta de 0,03% em fevereiro na comparação com janeiro. Em 12 meses, o crescimento chega a 5,17%. Dessa forma, o valor do CUB representativo da construção paulista (R8-N) ficou em R$ 1.296,39 por metro quadrado.

Os custos médios com a mão de obra representam 61,23% do indicador no último mês, enquanto os materiais equivalem a 35,61% e as despesas administrativas a 3,16%.

Dentro de materiais, 12 itens registraram alta maior que o IGP-M (0,08%). As maiores elevações foram em tinta látex branca PVA e bloco de concreto 19x19x39 cm, ambos com 0,97%. Entre os materiais de maior relevância para o cálculo do CUB, registraram aumento o aço CA-50 Ø 10 mm (0,28%) e o concreto FCK=25 MPa (0,04%). Já o cimento CPE-32, saco de 50 kg teve baixa de 0,89%, em fevereiro.

"A variação acumulada do custo da construção paulista no primeiro bimestre, inferior a 0,1%, reflete a estabilização derivada da baixa atividade da cadeia produtiva do setor", comenta o vice-presidente de Economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan.

Com desoneração
As obras incluídas na desoneração da folha de pagamento, por sua vez, obtiveram uma alta de 0,04% no CUB no segundo mês do ano em comparação a janeiro, somando R$ 1.201,77 por metro quadrado. Em 12 meses, o crescimento é de 4,90%. Do valor do indicador em fevereiro, 58,17% se refere a mão de obra, 38,42% aos materiais e 3,41% às despesas administrativas.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos