Sinapi acelera maio ao registrar variação de 0,30%, mostra IBGE | Construção Mercado

Construção

Notícias

Sinapi acelera maio ao registrar variação de 0,30%, mostra IBGE

Taxa foi 0,15% maior do que a apresentada em abril, mas menor do que o índice de maio de 2016 (0,83%)

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
9/Junho/2017
Marcelo Scandaroli

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou em maio variação de 0,30%, encerrando o mês 0,15 pontos percentuais (p.p.) acima do apresentado em abril (0,15%). No período de 12 meses, a taxa foi de 4,52%, 0,55% menor do que a registrada no período antecessor (5,07%). Em maio de 2016, o indicador foi de 0,83%.

O custo nacional da construção por metro quadrado passou de R$ 1.039,54 em abril para R$ 1.042,69 no último mês. Deste valor, R$ 536,24 são relativos aos materiais e R$ 506,45 à mão de obra.

A parcela específica dos materiais apresentou variação de 034%, um crescimento de 0,30 p.p. se comparado ao mês de abril (0,04%). A mão de obra, por sua vez, se manteve relativamente estável atingindo 0,26%, variação próxima ao registrado no mês anterior (0,28%). Entre período de janeiro a maio, o acumulado foi de 0,95% para materiais e 2,09% para a mão de obra e, em 12 meses, de 1,62% e 7,79%, respectivamente.

O Nordeste foi a região que apresentou a maior variação mensal, encerrando maio com 0,78%, seguido pelo Sudeste (0,18%), Sul (0,10%), 0,05% (Centro-Oeste) e Norte (-0,12%). Já os custos regionais por metro quadrado ficaram em: R$ 1.075,55 (Sul), R$ 1.088,12 (Sudeste), R$ 1.051,14 (Norte), R$ 1.042,77 (Centro-Oeste) e R$ 972,25 (Nordeste).

Na comparação estadual, a Bahia foi o estado que apresentou a maior alta do Sinapi (2,31%) devido ao reajuste salarial do acordo coletivo. Sergipe foi o segundo estado com a maior a variação, encerrando o mês de maio com 2,03%. Veja as demais áreas abaixo:

Destaques da Loja Pini
Aplicativos