Preços de imóveis residenciais caem 0,09% em agosto no Brasil, mostra Abecip | Construção Mercado

Livros

Notícias

Preços de imóveis residenciais caem 0,09% em agosto no Brasil, mostra Abecip

Esta é a quinta retração consecutiva do indicador. Apesar disso, ritmo de queda está menor

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
20/Setembro/2017

O Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R) da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) apresentou a quinta queda consecutiva nos preços dos imóveis residenciais, com variação de -0,09% em agosto, mesmo que apresentando um valor inferior ao observado em julho de -0,19%. Nos 12 meses encerrados em agosto, o indicador acumula retração de 1,45%, valor menor do que o -1,48% registrado em julho.

Shutterstock

De acordo com a entidade, em 12 meses a desaceleração do ritmo de queda foi observada em seis das nove capitais acompanhadas pelo IGMI-R: São Paulo (de -0,78% em julho para -0,74% em agosto), Rio de Janeiro (de -4,28% para -3,79%), Recife (de -1,30% para 0,96%), Porto Alegre (de -0,49% para -0,37%), Salvador (de -1,71% para -0,15%) e Goiânia (de -2,05% para -1,69%). Os resultados nas demais capitais foram: Belo Horizonte (de -2,34% para -2,50%), Fortaleza (de -0,81% para -0,85%) e Curitiba (de -0,11% para 0,15%).

“Os preços dos imóveis residenciais ainda apresentam quedas em termos reais, tanto na perspectiva da variação mensal, quanto na do acumulado em 12 meses. Os indicadores que apontam para a retomada gradual no nível de atividade da economia brasileira ainda não possuem efeitos notáveis sobre o desempenho do mercado imobiliário”, aponta a pesquisa. “No entanto, o efeito combinado da contínua desaceleração dos índices de inflação com a tendência de quedas nominais cada vez menores nos preços dos imóveis faz com que a variação de seus preços reais tenda à estabilidade, acrescenta.

Reprodução

Destaques da Loja Pini
Aplicativos