Atividade da construção civil tem quarto crescimento seguido em Minas Gerais, diz Sinduscon-MG | Construção Mercado

Negócios

Notícias

Atividade da construção civil tem quarto crescimento seguido em Minas Gerais, diz Sinduscon-MG

Patamar alcançado é o maior desde junho de 2014 no estado

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
9/Junho/2017
Shutterstock

Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais registrou pela quarta vez consecutiva crescimento nas atividades do setor no estado, encerrando abril com 47,7 pontos, 2,9 pontos a mais que os 44,8 pontos registrados no mês anterior. O patamar foi o maior desde junho de 2014 (49 pontos), com alta acumulada de 14,5 pontos no primeiro quadrimestre do ano e 16,9 pontos se comparado a abril do ano anterior.

Vale lembrar que na pesquisa os valores são medidos de zero a 100 pontos e números abaixo de 50 pontos indicam pequena atividade.

No quarto mês de 2017, o índice de nível de atividade atingiu 31,2 pontos e, embora esteja muito inferior a 50 pontos, representa o melhor resultado em um período de 36 meses e o também o melhor do primeiro quadrimestre de 2017. O resultado de abril de 2016 foi de 13,1 pontos.

O índice de evolução chegou a 48,7 pontos em abril, contra 43,9 pontos registrados em março (+4,8 pontos). O economista e coordenador do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Daniel Furletti comentou, "ainda que aponte recuo na força de trabalho do setor, ao permanecer abaixo da linha divisória dos 50 pontos, é o melhor resultado alcançado desde junho de 2014, que registrou 50,5 pontos, e está em linha com a melhora observada no indicador do nível de atividade".

A expectativa no setor em relação à atividade se mantém estável pelo segundo mês consecutivo, encerrando o mês de maio com 47,4 pontos, bem próximo dos 46,8 pontos de abril. Com o indicador abaixo dos 50 pontos, há possibilidade de queda nas atividades no segundo semestre desse ano, mesmo com aumento de 11,3 pontos no índice se comparado a maio do ano anterior.

Já o índice que avalia a expectativas dos construtores referentes a novos empreendimentos e serviços apresentou em maio 49,5 pontos, crescimento de 7,2 pontos frente ao mês anterior (42,3 pontos), sendo o melhor resultado do mês em quatro anos e o melhor também entre os cinco primeiros meses de 2017.

O indicador de expectativas de compras de insumos e matérias se manteve estável em maio 46,5 pontos se comparado a abril (46,2 pontos), além de apresentar crescimento de 10,4 pontos em relação a maio de 2016.

A expectativa de emprego teve alta em seu índice com 48,5 pontos em maio, crescendo 5,2 pontos em relação a abril e 15,2 pontos contra o registrado em maio do ano anterior, indicando menor propensão de demissão entre os empresários do setor.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos