Ministério das Cidades revoga construção de mais de 10 mil unidades do Minha Casa Minha Vida Entidades | Construção Mercado

Negócios

Notícias

Ministério das Cidades revoga construção de mais de 10 mil unidades do Minha Casa Minha Vida Entidades

Segundo o governo, portarias assinadas e publicadas nos últimos dias do governo anterior não têm os recursos necessários para o atendimento

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
18/Maio/2016
Divulgação: Blog do Planalto

O Ministério das Cidades, comandado agora por Bruno Araújo (PSDB), confirmou na última terça-feira (17) a revogação da Portaria 178, que habilita a contratação da modalidade Entidades do Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida (MCMV).

No início do mês, a então presidente Dilma Rousseff havia anunciado a contratação de 25 mil unidades habitacionais, sendo 13 mil delas pertencentes à modalidade.

O ministério ainda assegurou que a categoria será agora tratada pelas equipes técnicas da Secretaria Nacional de Habilitação do Ministério das Cidades, que deve discutir o modelo de habilitação nessa modalidade. A medida seria de "cautela", já que teriam sido "assinadas e publicadas nos últimos dias do governo anterior e sem os recursos necessários para o atendimento".

O governo ainda garante que a modalidade corresponde a 1,5% de todo o programa, que será mantido. Perguntado se haveria outras mudanças em outras modalidades do programa, o Ministério das Cidades não respondeu à PINIweb.

O MCMV Entidades atende a famílias de renda mensal de até R$ 1.800 e organizadas de forma associativa, por meio de uma Entidade Organizadora. O programa custeia até 90% do valor do imóvel, e o restante é dividido em até dez anos, com parcelas entre R$ 80 e R$ 270.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos